Berlengas aqui tão perto…

Loading Likes...

Arquipélago das Berlengas, segundo o Wikipédia é um arquipélago português, composto por ilhas graníticas, situado no oceano Atlântico, a 5,7 milhas a oeste do cabo Carvoeiro. Dependem administrativamente da freguesia de São Pedro, em Peniche, sub-região Oeste. Foi a primeira área protegida do país quando, em 1465, o rei Afonso V de Portugal proibiu a prática de caça na ilha principal das Berlengas (Berlenga Grande). A Reserva Natural das Berlengas é considerada Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO  desde 30 de Junho de 2011.

Fazem parte deste arquipélago três pequenas ilhas: Berlenga Grande, Estrela e Farilhões

Já pretendia há algum tempo conhecer estas ilhas, porém apenas se concretizou aquando a conclusão do curso de fotografia com o intuito de justamente fotografar neste local de Reserva Natural.

Nesse dia a manhã começou bem cedo, e acredita eu que estava pronta para enfrentar a viagem de barco efectuada em menos de 1 horas com destino ao arquipélago.

Distribuíram logo de inicio os sacos para o caso de ficarmos mas dispostos com a ondulação,…..quase a chegar ao fim da viagem, percebi o porquê embora não tenha precisamos de o usar, ansiava pelo fim das ondulações, do nevoeiro denso pela chegada à terra firme. 🙂

 

A manta de nevoeiro também cobria a ilha de Berlenga Grande (a única habitável), entretanto com o passar das horas foi-se dissipando deixando assim espelhar a beleza natural e as várias cores e tonalidade que dela fazem parte.

 

 

 

 

 

Fomos várias vezes surpreendidos por pássaros,

como este, aparentemente muito feliz no seu habitat natural.

 

E belas paisagens como estas.

 

 

 

 

 

 

 

Seguimos rumo à um dos pontos essenciais para visitar no Arquipélago – Forte de São João Batista.

O forte de planta poligonal irregular (orgânica), apresenta uma edificação principal no terraplano, com doze salas ou quartos onde funcionavam as dependências de serviço (Casa do Comando, Quartéis de Tropas, Armazéns, Cozinha e outros) e mais oito compartimentos inscritos no interior das muralhas.  Um corredor sem iluminação dá acesso internamente aos vários pontos da estrutura.

Almoçamos no forte e seguimos para o passeio de barco pelas grutas e não só.

Estava patente uma exposição da flora e fauna locais num espaço junto à casa dos pescadores e próximo do Hotel e restaurante da ilha.

Sensação única a de não ter rede no telemóvel, não ter acesso a internet e estar completamente desconectada com o mundo! Excelente local para retiro e/ou férias diferentes 🙂

O regresso foi feito no final do dia, mas desta vez com muito mais conforto e pois ainda estava de dia e o mar estável.

 

Espero que tenham gostado e caso sejam apreciadores da natureza, reservas naturais não deixem de visitar este Arquipélago aqui tão perto – Berlengas.

Curiosidades:

O fornecimento de energia elétrica é condicionado, sendo que o respetivo gerador é desligado a partir das 23.00 horas;

Ilha está condicionada a 350 visitantes por dia;

Não pode fazer caça submarina;

Não saia dos trilhos assinalados, nem entre nas zonas protegidas;

O tempo de permanência na ilha é de cerca de 5/6/7h;

Operações por multibanco e ATM não funcionam na Ilha,

Período de maior afluência, Maio – Setembro;

(…….)

Fontes:

Arquipélago das Berlengas

Forte de São João Batista

Berlengas 

 

 Até um dia destes Berlengas!!!

Um beijinho

Instagram @AnniesMirrorblog

Nota: Todas as fotos de paisagem aqui publicadas são da minha autoria.

 

4 thoughts on “Berlengas aqui tão perto…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.